falando nisso….

21 Ago

Hoje, 21 de Agosto de 2008, o Brasil tem uma sutil perda – que para mim, não influenciou em nada –  Brasil foi derrotado pelos Americanos, desculpe, Norte Americanos, 1 a  0.

https://i0.wp.com/ol.i.uol.com.br/2008/080821cristianechora.jpg
Os melhores lançes ocorreram no segundo tempo, Marta fez a bola passar pelo meio de duas zagueiras e chutou forte à queima-roupa da goleira Solo, que espalmou. Malditaaaa!!!!

Depois disso foi a vez de Bárbara (tentar) salvar. Os Estados Unidos tomaram o controle do jogo – E DO MUNDO – e conseguiram quatro lances de perigo que quase selaram uma nova derrota ainda no tempo regulamentar. Brilhou então a estrela da camisa 12 brasileira, que salvou os quatro lances com defesas milagrosas.

Na prorrogação, as norte-americanas garantiram o ouro mais uma vez. Logo aos 5min, Lloyd recebeu na entrada da área e chutou rasteiro. A goleira Bárbara, desta vez, não conseguiu evitar. Monte, não?

No final, o Brasil foi para cima com tudo e criou oportunidades fantásticas, mas debalde.  Assim, a geração de Marta, Cristiane, Formiga e Daniela Alves disse mais uma vez adeus ao título olímpico.

As esperanças de uma medalha de ouro no esporte coletivo feminino em Pequim se concentram agora na equipe de vôlei de José Roberto Guimarães, que avançou à decisão ao passar pela China por 3 sets a 0. A equipe decidirá a medalha justamente contra os Estados Unidos. Estamos torcendo… pois a esperança é a ultima que morre… Força Brasil!

—————————–

Como tudo que é bom dura pouquíssimo… as pessoas partem, mas ficam-se as lembranças, livros, obras. Zélia Gattai, que tinha como dom escrever saudosas memórias, romances e livros infantis, tem sua cadeira da ABL ocupada por Luiz Paulo Horta. Ele que concorreu junto com Antônio Torres, Nelson Valente, Marcelo Henrique, Isabel Lustosa, Jorge Eduardo Magalhães de Mendonça, Marco Aurélio Lomonaco Pereira, Ziraldo Alves Pinto, Blasco Peres Rego, Paulo Hirano, Valter Escravoni Alberto, Fábio Lucas, Embla Rhodes, José Paulo da Silva Ferreira, Octavio de Melo Alvarenga, João Carlos Zeferino, Palmerinda Vidal Donato, Felisbelo da Silva e Marylena Barreiros Salazar.

O resultado da eleição saiu no terceiro escrutínio, quando Horta obteve 23 votos contra 11 dados a Ziraldo.

“Um jornalista brilhante, que dará continuidade à linha de atuação dos ilustres acadêmicos oriundos da área da informação e da crítica”, afirmou Cícero Sandroni, presidente da ABL, sobre a escolha de Horta, segundo a instituição.

“O fato de ele ter obtido as maiores cotações nos três escrutínios de hoje significa que a Academia não pretendia tê-lo fora de seus quadros. E também que Horta foi o candidato que não apresentou qualquer índice de rejeição”, afirmou Sandroni, de acordo com a mesma fonte.

A cadeira 23 também foi ocupada por Lafayette Rodrigues Pereira, Alfredo Pujol, Otávio Mangabeira e Jorge Amado.

Indubitavelmente existe muitos subornos nas maiorias das eleições da Academia Brasileira de Letras. Você achou justo essa eleição? Fiques tu avontade para comentar.

https://i0.wp.com/farm1.static.flickr.com/204/446313247_824e5738bc_m.jpg

—————————–

Mais empecilhos na Groelândia. E tudo culpa do homem… será? Uma equipe de pesquisadores estão monitorando diariamente as geleiras da Groelândia via satélite, e descobriram mais duas rachaduras.

Eles esperam que parte da maior geleira flutuante do hemisfério norte continue a se desintegrar no próximo ano.
Um enorme pedaço de 29 km² da geleira de Petermann, no norte da Groenlândia, separou-se entre 10 e 24 de julho. A perda para a geleira é igual a metade da área da ilha de Manhattan. A última grande perda da Petermann ocorreu quando ela perdeu 86 km² de gelo flutuante entre 2000 e 2001.

Petermann tem uma área de gelo flutuante de 16 por 81 quilômetros, que cobre uma área de 1.295 km².

O que mais preocupa Jason Box, professor da Universidade Ohio State, e seus colegas, Russell Benson e David Decker, quanto às últimas imagens é o que parece ser uma grande rachadura longe da margem da geleira. A rachadura pode sinalizar uma quebra iminente e muito maior.

“Se a Petermann quebrar no alto, a perda seria de cerca de 160 km²”, disse Box, representando a perda de um terço de sua massa de gelo.

Enquanto isso, a geleira Jakobshavn, que sofreu uma perda nas últimas semanas de 10 km², tem recuado muito mais que em qualquer outra ocorrência nos 150 anos que está sendo observada. Pesquisadores acreditam que ela não tenha recuado tanto de 4 mil a 6 mil anos.

https://i1.wp.com/www.estadao.com.br/fotos/petermann_p.jpg

—————————–

Para esfriar os neurônios.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: